terça-feira, 11 de setembro de 2012

III Encontro dos Blogs Campistas (A Saga)- Finalmente o Encontro

Chegamos bem na hora do Parabéns pra você


Ricardo e Malu (Camping e família)



Chegamos cansadas e de bermuda enquanto todos estavam agasalhados, depois do dia todo no sol da estrada acho que o frio passou longe.


O dia seguinte amanheceu lindo, um sol magnifico, resolvemos fazer um café rapido e aproveitar o dia, afinal depois de toda a saga teríamos só algumas horas no camping.


Vista da nossa barraca


A cachoeira ao fundo imponente, ostentando muita beleza.

Desta vez o Tchibum estava a toda carga, com uma água geladíssima, a japa estava com dor de ouvido então nada de água, ficamos então apenas na contemplação.



Fotos, fotos e mais fotos.





Camy, Ingrid e Regina



Ainda tentei entrar na água, mas a  temperatura era a mesma de descongelar a geladeira


Voltamos então para o camping e começou o sortei para distribuição do brindes do Mundo Terra








Um pouco da historia de Joanópolis 


" A Cidade que nasceu de uma festa".


... está situada nos contrafortes da Mantiqueira, sendo considerada manancial de águas, possuindo importantes nascentes e a represa do sistema Cantareira com espelho d'água de aproximadamente 50Km², cercada pelas altas montanhas da Serra do Lopo, alterna-se entre vales e morros por onde correm seus riachos formando exuberantes cachoeiras, entre elas a Cachoeira dos Pretos com mais de 150 metros de queda.



Sua história é relacionada a uma Família de origem portuguesa Preto de Oliveira, que deram origem ao nome do bairro e da cachoeira. 

A história deste município tem origem nas antigas rotas de bandeirantes e de desbravadores que dirigiam-se as Minas Gerais, existindo menção desta região já em 1749. No entanto, a fundação oficial aconteceria em 1878 quando no pequeno bairro intitulado Curralinho, situado no município de Santo Antonio da Cachoeira realizou-se uma Festa a São João Batista (24 de junho) e nesta festa resolveram edificar uma capela ao santo do dia e elegeram o mesmo como padroeiro da nova cidade que pretendiam construir. Assim recebeu o nome de São João do Curralinho (São João por seu padroeiro e Curralinho por situar-se em uma colina rodeada de montanhas como se fosse um curral de montanhas).

O terreno para construção da cidade foram doados por Luiz Antonio Figueiredo e João José Batista Nogueira. Concluída a Capela o sr. Anselmo Caparica traçou o planejamento, alinhamento e nivelamento da futura cidade; com o rápido desenvolvimento econômico do café, foi elevada a categoria de distrito em 13/03/1891 e a município em 17/08/1895. Em 18/12/1917, passou a chamar-se Joanópolis (cidade de João).

Assim a cidade desenvolveu-se até os dias de hoje, sendo que no ano passado em 23 de janeiro de 2010 recebeu o título de Estância Turística, sendo a caçula das Estâncias do Estado de São Paulo, possui uma economia voltada para a agropecuária e turismo, sua população gira em torno de 12 mil habitantes.

Dúvidas? comente

Um comentário:

  1. Foi um imenso prazer conhecê-las... mais simpáticas ainda pessoalmemte!!!
    Beijos
    Camy

    ResponderExcluir